• 22 de agosto de 2017

22 de agosto – Dia do Folclore

Hoje, 22 de agosto, é comemorado o Dia do Folclore. Você sabe quando e por que começou essa comemoração? Desde 1846, essa data é comemorada internacionalmente, quando o arqueólogo inglês, William John Thoms, inventou a palavra folkore. Originada da junção “folk”, que significa povo, popular com a palavra “lore”, que significa cultura, saber.
O objetivo era definir os fenômenos culturais típicos das culturas populares tradicionais de cada nação.
Mas, foi somente no dia 17 de gosto de 1965, após um século, que o Dia do Folclore foi oficializado no Brasil, por meio do Decreto nº 56.747, assinado pelo presidente da época, Humberto de Alencar Castelo Branco e por seu Ministro da Educação, Flávio Suplicy de Lacerda.
No texto do decreto há referência direta a William John Thoms e ao seu pioneirismo na pesquisa das culturas populares. Restrito a três artigos, o conteúdo do decreto determina o ensino do folclore como sendo de importância fundamental para a cultura do país, como pode ser visto abaixo:

Art. 1º Será celebrado anualmente, a 22 de agosto, em todo o território nacional, o Dia do Folclore.
Art. 2º A Campanha de Defesa do Folclore Brasileiro do Ministério da Educação e Cultura e a Comissão Nacional do Folclore do Instituto Brasileiro da Educação, Ciência e Cultura e respectivas entidades estaduais deverão comemorar o Dia do Folclore e associarem-se a promoções de iniciativa oficial ou privada, estimulando ainda, nos estabelecimentos de curso primário, médio e superior, as celebrações que realcem a importância do folclore na formação cultural do país.
Art. 3º Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 17 de agosto de 1965; 144º da Independência e 77º da República.

A nosso Brasil graças a sua imensidão territorial e variedade de origem da população indígenas, africanos e imigrantes tem um rico folclore, representado por lendas, mitos, cantigas, brincadeiras infantis e festas populares.

O Saci-pererê, a Mula-sem-cabeça e o Boto cor de rosa são exemplos de  lendas, O Carnaval, as Festas Juninas, entre outras, representam as tradicionais festas populares. Soltar pipas e jogar bolinhas de gude nos lembram das brincadeiras infantis.
Muitas outras manifestações culturais representam o importante acervo do folclore brasileiro, podemos lembrar, ainda, a literatura de Cordel, o Boi-Bumbá e as Cantigas de Roda.
A riqueza cultural brasileira traz manifestações folclóricas em todas as regiões do Brasil, no extremo norte, em Roraima temos a história de Macunaíma, e no extremo sul, no Rio Grande do Sul a lenda do Negrinho do Pastoreio.

Até hoje, o conjunto de tradições e manifestações populares, constituído por lendas, mitos, provérbios, danças e costumes, é passado de geração em geração.

E você, o que sabe sobre o Folclore brasileiro?
Conte suas “experiências folclóricas” no nosso post do face.
Share on FacebookShare on Google+Share on LinkedInTweet about this on Twitter